Ir direto para menu de acessibilidade.
>Legislação > Resoluções > 2016 > Resolução nº 661, de 22 de fevereiro de 2016


Resolução nº 661, de 22 de fevereiro de 2016

Publicado: Terça, 23 Fevereiro 2016 00:06 | Última atualização: Segunda, 13 Abril 2020 10:16 | Acessos: 5199
 

Destina faixas de radiofrequências ao Serviço Limitado Móvel Aeronáutico (SLMA), para uso em sistemas de Radionavegação Aeronáutica.

 

Observação: Este texto não substitui o publicado no DOU de 23/2/2016.

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 22 da Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997, e pelo art. 35 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto nº 2.338, de 7 de outubro de 1997,

CONSIDERANDO que, de acordo com o disposto no inciso VIII do art. 19 da Lei nº 9.472, de 1997, cabe à Anatel administrar o espectro de radiofrequências, expedindo as respectivas normas;

CONSIDERANDO que, nos termos dos arts 159 e 161 da Lei nº 9.472, de 1997, na destinação de faixas de radiofrequências será considerado o emprego racional e econômico do espectro e que, a qualquer tempo, poderá ser modificada, desde que o interesse público ou o cumprimento de convenções ou tratados internacionais assim o determine;

CONSIDERANDO a atribuição das faixas de radiofrequências ao Serviço de Radionavegação Aeronáutica, em caráter primário e secundário, referentes à Região 2 (Américas), conforme o Plano de Atribuição, Destinação e Distribuição de Faixas de Radiofrequências no Brasil (PDFF);

CONSIDERANDO a importância e necessidade de licenciamento dos sistemas e equipamentos utilizados nas atividades de navegação aérea;

CONSIDERANDO as contribuições recebidas em decorrência da Consulta Pública nº 42, de 1º de dezembro de 2014, publicada no Diário Oficial da União de 2 de dezembro de 2014;

CONSIDERANDO o constante dos autos do Processo nº 53500.010010/2014-92;

CONSIDERANDO deliberação tomada em sua Reunião nº 794, de 18 de fevereiro de 2016,

RESOLVE:

Art. 1º Destinar ao Serviço Limitado Móvel Aeronáutico (SLMA), em caráter primário e sem exclusividade, as subfaixas de radiofrequências:

I - 190 kHz a 405 kHz;

II - 510 kHz a 525 kHz;

III - 1.705 kHz a 1.800 kHz;

IV - 74,8 MHz a 75,2 MHz;

V - 108 MHz a 117,975 MHz;

VI - 328,6 MHz a 335,4 MHz;

VII - 960 MHz a 1215 MHz;

VIII - 1.559 MHz a 1.610 MHz;

IX - 2.700 MHz a 2.900 MHz;

IX-A - 4.200 MHz a 4.400 MHz; (Incluído pela Resolução nº 716, de 31 de outubro de 2019)

X - 5.000 MHz a 5.091 MHz;

XI - 5.350 MHz a 5.460 MHz;

XII - 8.750 MHz a 8.850 MHz;

XIII - 9.000 MHz a 9.200 MHz;

XIV - 9.300 MHz a 9.500 MHz;

XV - 13,25 GHz a 13,4 GHz; e,

XVI - 15,4 GHz a 15,7 GHz.

Art. 2º Destinar ao Serviço Limitado Móvel Aeronáutico (SLMA), em caráter secundário e sem exclusividade, as subfaixas de radiofrequências:

I - 415 kHz a 490 kHz;

II - 1.625 kHz a 1.705 kHz; e,

III - 4.200 MHz a 4.400 MHz. (Revogado pela Resolução nº 716, de 31 de outubro de 2019)

Art. 3º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação.

RODRIGO ZERBONE LOUREIRO

Presidente Substituto

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de Serviço e a Política de Privacidade da Anatel.