Ir direto para menu de acessibilidade.
>Legislação > Portarias Normativas > 2014 > Portaria nº 390, de 12 de maio de 2014 (REVOGADA)


Portaria nº 390, de 12 de maio de 2014 (REVOGADA)

Publicado: Segunda, 19 Maio 2014 15:37 | Última atualização: Sexta, 13 Agosto 2021 11:45 | Acessos: 19
 Revogada pela Portaria nº 656/2018

Institui a Comissão Interna de Tecnologia da Informação no âmbito da Agência Nacional de Telecomunicações e revoga as Portarias nº 1.014, de 1º de outubro de 2010, que instituiu o Comitê Interno de Tecnologia da Informação no âmbito da Agência Nacional de Telecomunicações, e nº 636, de 25 de julho de 2011, que aprovou o Regimento Interno do Comitê Interno de Tecnologia da Informação da Anatel – CITI

 

Observação: Este texto não substitui o publicado no Boletim de Serviços de 19/5/2014.

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe confere o art. 133, inciso VI, do Regimento Interno da Agência, aprovado pela Resolução nº 612, de 29 de abril de 2013,

CONSIDERANDO o disposto na Estratégia Geral de TI 2013-2015, do Sistema de Administração de Recursos de Informática e Informação - SISP;

CONSIDERANDO o disposto no Acórdão 1.603/2008 TCU-Plenário, item 9.4.1;

CONSIDERANDO a necessidade de implementar parâmetros e diretrizes nas ações de informática para assegurar o cumprimento das políticas institucionais da Agência;

CONSIDERANDO deliberação tomada em sua Reunião nº 740, realizada em 8 de maio de 2014;

CONSIDERANDO o constante dos autos do Processo nº 53500.012563/2010,

RESOLVE:

Art. 1º Instituir, no âmbito desta Agência, a Comissão Interna de Tecnologia da Informação – CITI, com o objetivo de alinhar os investimentos de Tecnologia da Informação com os objetivos da Anatel e apoiar a priorização de projetos a serem atendidos.

Art. 2º Compete à Comissão Interna de Tecnologia da Informação – CITI:

I – elaborar, aprovar e publicar no Boletim de Serviço seu Regimento Interno;

II – aprovar diretrizes de priorização para os projetos relevantes à Agência, a partir do inventário de necessidades elaborado;

III – aprovar os critérios de aceitação de riscos identificados no processo de elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação – PDTI ;

IV – aprovar minuta do PDTI e submetê-la ao Presidente Executivo da Anatel para aprovação final;

V – divulgar cronograma de atividades da Comissão Interna para o exercício, sempre na primeira sessão ordinária da CITI;

VI – propor a alocação de recursos orçamentários necessários e suficientes à gestão eficaz do PDTI;

VII – determinar diligências adicionais ou solicitar esclarecimentos à SGI sobre as matérias de sua competência;

VIII – determinar outras providências que entender necessárias para o cumprimento dos seus objetivos institucionais; e,

IX – aprovar os levantamentos de necessidades estratégicas de Tecnologia da Informação - TI.

Parágrafo único. As matérias, ao serem submetidas à CITI, deverão observar o prazo mínimo de 45 (quarenta e cinco) dias corridos para análise.

Art. 3º Compete ao Superintendente de Gestão Interna da Informação (SGI):

I - auxiliar o Presidente da CITI na coordenação dos trabalhos e atividades da Comissão;

II – conduzir o processo de elaboração do PDTI, encaminhando-o para a CITI até o mês de setembro do ano anterior à vigência do mesmo;

III - orientar a composição da equipe de elaboração do PDTI, bem como aprovar seu plano de trabalho e promover a avaliação de seus resultados parciais;

IV – propor diretrizes de priorização para os projetos relevantes à Agência, a partir do inventário de necessidades elaborado, e submetê-las para aprovação da CITI;

V – orientar o levantamento das necessidades estratégicas de Tecnologia da Informação, alinhadas ao Planejamento Estratégico da Anatel e às políticas e orientações do Governo Federal; e,

VI – propor à CITI os critérios de aceitação de riscos identificados no processo de elaboração do PDTI.

Art. 4º Compete ao Presidente da Comissão Interna de Tecnologia da Informação - CITI:

I – definir pautas das reuniões; e,

II - orientar e supervisionar as atividades da Comissão.

Art. 5º A CITI será composta pelos seguintes membros:

I – Superintendente Executivo;

II – Superintendente de Administração e Finanças;

III – Superintendente de Gestão Interna da Informação;

IV - Superintendente de Relações com Consumidores;

V – Superintendente de Competição;

VI – Superintendente de Controle de Obrigações;

VII – Superintendente de Fiscalização;

VIII – Superintendente de Outorga e Recursos à Prestação;

IX - Superintendente de Planejamento e Regulamentação; e,

X– Chefe de Gabinete da Presidência.

Art. 6º A CITI será presidida pelo Superintendente Executivo e, em seus afastamentos ou impedimentos legais, pelo seu substituto.

Parágrafo único. Compete à Assessoria da Superintendência Interna de Gestão da Informação a função de Secretário Executivo da CITI, prestando o apoio técnico, administrativo e operacional à Comissão.

Art. 7º Os membros da CITI, em seus afastamentos e impedimentos legais, serão representados por seus respectivos substitutos.

Art. 8º O Regimento Interno da Comissão Interna de TI definirá o detalhamento e o funcionamento da CITI.

Art. 9º Ficam revogadas as Portarias nº 1.014, de 1º de outubro de 2010, que instituiu o Comitê Interno de Tecnologia da Informação no âmbito da Agência Nacional de Telecomunicações, e nº 636, de 25 de julho de 2011, que aprovou o Regimento Interno do Comitê Interno de Tecnologia da Informação da Anatel.

Art. 10 Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação. 

JOÃO BATISTA DE REZENDE

Presidente do Conselho

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de Serviço e a Política de Privacidade da Anatel.