Ir direto para menu de acessibilidade.
>Legislação > Súmulas > Súmula nº 22, de 18 de outubro de 2019


Súmula nº 22, de 18 de outubro de 2019

Publicado: Segunda, 21 Outubro 2019 13:32 | Última atualização: Quinta, 21 Janeiro 2021 13:28 | Acessos: 1136
 

 

 

Observação: Este texto não substitui o publicado no DOU de 21/10/2019.

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 22 da Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997, e pelo art. 35 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto nº 2.338, de 7 de outubro de 1997,

CONSIDERANDO o entendimento consolidado no Conselho Diretor acerca da possibilidade de reformatio in pejus em grau recursal no âmbito desta Agência Nacional de Telecomunicações;

CONSIDERANDO deliberação tomada em sua Reunião nº 878, de 17 de outubro de 2019;

CONSIDERANDO o constante dos autos do Processo nº 53500.015440/2019-13,

RESOLVE

Editar a presente Súmula:

"É possível o agravamento da sanção imposta no âmbito do julgamento de recursos administrativos e pedidos de reconsideração (reformatio in pejus), desde que oportunizada manifestação prévia ao interessado e ouvida a Procuradoria Federal Especializada junto à Anatel.

A desistência do recurso administrativo ou do pedido de reconsideração não obsta a continuidade do processo, acaso assim demande o interesse público, podendo resultar no agravamento ou na atenuação da decisão recorrida".

Esta Súmula entra em vigor na data de sua publicação.

LEONARDO EULER DE MORAIS

Presidente do Conselho

 

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de Serviço e a Política de Privacidade da Anatel.