Ir direto para menu de acessibilidade.
>Legislação > Resoluções > 2003 > Resolução nº 352, de 31 de outubro de 2003 (REVOGADA)


Resolução nº 352, de 31 de outubro de 2003 (REVOGADA)

Publicado: Segunda, 03 Novembro 2003 14:47 | Última atualização: Quinta, 26 Dezembro 2019 10:54 | Acessos: 4128
Revogada pela Resolução nº 708/2019

Dispõe sobre a prorrogação do convívio de dupla marcação, previsto no art. 3º da Resolução nº 339, de 22 de maio de 2003.

 

Observação: Este texto não substitui o publicado no DOU de 3/11/2003.

 

O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 22 da Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997, e pelo art. 35 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto nº 2.338, de 7 de outubro de 1997;

CONSIDERANDO o disposto nos arts. e 127 da Lei nº 9.472, de 1997, e no art. 16 do Regulamento da Agência Nacional de Telecomunicações, aprovado pelo Decreto nº 2338, de 7 de outubro de 1997;

CONSIDERANDO que a Resolução nº 339, de 22 de maio de 2003, fixou prazo de 120 (cento e vinte) dias, prorrogável, a partir da introdução do Código de Seleção de Prestadora – CSP, para o convívio de dupla marcação, durante o qual os usuários marcando ou não o CSP devem ter suas chamadas completadas;

CONSIDERANDO a permanência da existência do interesse público quando da edição da Resolução nº 339, no que diz respeito à correta informação aos usuários quanto às novas regras de prestação do Serviço Móvel Pessoal em relação ao Serviço Móvel Celular e à manutenção dos benefícios oferecidos aos usuários;

CONSIDERANDO deliberação tomada por meio do Circuito Deliberativo nº 714, de 29 de outubro de 2003

RESOLVE:

Art. 1º Prorrogar o prazo para convívio de dupla marcação, previsto no art. 3º da Resolução nº 339, de 22 de maio de 2003, por 60 (sessenta) dias, durante o qual as chamadas de longa distância, que não utilizarem o CSP, deverão ser interceptadas, conforme disposições técnico-operacionais da Anatel. 

Parágrafo único. Durante os 30 (trinta) primeiros dias da prorrogação 100% (cem por cento) das chamadas interceptadas deverão ser completadas e nos 30 (trinta) dias subseqüentes somente 50% (cinqüenta por cento) das chamadas interceptadas deverão ser completadas. 

Art. 2º Definir que o descumprimento dos dispositivos estabelecidos nesta Resolução resultará em instauração de Procedimento para Apuração de Descumprimento de Obrigações – PADO. 

Art. 3º Esta Resolução entre em vigor na data de sua publicação

LUIZ GUILHERME SCHYMURA DE OLIVEIRA
Presidente do Conselho

Nós protegemos seus dados

Saiba como usamos seus dados em nosso Aviso de Privacidade. Ao clicar em “Aceitar”, você concorda com os Termos de Serviço e a Política de Privacidade da Anatel.